Gwyneth arrasando total

Podem me chamar de atrasada, mas quando Gwyneth Paltrow surgiu outro dia esplendorosa fazendo as pré-estréias de Homem de Ferro e em Cannes, eu só conseguia olhar para as roupas dela, apesar de ter amado desde o princípio o cabelinho curto. Só agora, que fui procurar imagens para a próxima edição da Vogue RG, comecei a prestar atenção direito no make e nos penteados!! E eles tão tão ótimos quanto as roupas! Muitas fotos gigantes pra absorver todos os detalhes…


Esse cabelo curto dela mudou tudo, na minha opinião. Assim levemente ondulado mais na ponta fica lindo. No make, dá pra ver cílios postiços (aparece em quase todas, aliás), uma sombrinha iluminada no canto interno, blush rosa e hidratante na boca.


Aqui o cabelo tá meio parecido, nem liso nem enrolado, mas o make tem um toque especial de sombra azul arroxeada (ou roxa azulada?) na parte inferior do olho. Adooooro to pra contar da minha última obsessão, um lápis roxo da Chanel que chama Violet e eu tenho usado horrores pra complementar um olho mais escurinho, fica ótemo e ainda realça a cor do olho quando é marrom! Depois ponho foto (que eu tirei do meu olho eee que sucesso).


O cabelo já tá mais enrolado e o olho mais pesado, meio rocker com um borradinho embaixo (e em cima também). Repare na pele mais branca com um toque de iluminador nas bochechas!


Agora dois ângulos de um mesmo make, aí em cima e aqui embaixo. Quando ela está de lado podemos ver um leve esfumado marrom que vai até o côncavo, e não parece ter postiço. Mas de frente vemos bem a sombrinha marrom brilhosa rente aos cílios superiores e nada embaixo, e continua não parecendo ter postiço. Não dava pra dizer que eram makes diferentes? Pois é, ângulo é mesmo uma loucura.


Ai que finaaaaa com esse coque lindo!!! Provando que cabelo curto também é versátil, e que o voluminho no cucuruto (é assim que escreve cucuruto???) está com tudo mesmo, culpa de dona Amy Winehouse e seu topete huge, eu tenho visto esse voluminho como opção de muitas garotas em festas mais chiques quando fazem mais produção (mas normalmente o resto do cabelo é solto ou meio-rabo)


E de costas vemos que não é nada extremamente elaborado, tanto que os grampos até aparecem! Arrasou.


Aqui, uma versão mais cacheada que também cai muito bem. O make é mais colorido com um traço de azul rente aos cílios superiores (e olha que o vestido é rosa, provando que combinar make e roupa não é preciso!)


Para terminar, Gwyn em sua mais recente aparição, de cabelo escorrido. É meu menos favorito mas sou partidária da variedade mesmo assim! Aqui pela primeira vez (no post) rolou uma boca, meio cor de carne, igual a que ela usou no Oscar de 2007 (que ela não foi no desse ano) Aliás, vamos rever uma foto do Oscar para analisar como Gwyn mudou (da água pro vinho se me perguntam) depois de cortar o cabelón:


Huum….