Benefit ♥

Hoje rolou o lançamento da Benefit para a imprensa no Brasil – a marca começa a ser vendida online na Sacks/Sephora dia 1º de novembro, terça que vem!

Acho que é um bom momento para mostrar um pouco do que vi na viagem que fiz a São Francisco, terra natal da Benefit, a convite da marca pela Vogue. Foi uma imersão, e deu para entender por que a Benefit tem tantas fãs por aí.

Tudo o que a Benefit faz é visualmente adorável. As embalagens, conhecidamente irresistíveis (aliás, sabiam que nenhum produto repete embalagem?), são a ponta do iceberg – o escritório, as lojas, a festinha que fizeram para o grupo de jornalistas brasileiras na loja (os cupcakes acima são desse dia!), o evento aqui em SP (elas replicaram o universo Benefit em uma galeria, ficou fofo demais)… em todo canto tem um detalhe, uma coisinha para olhar, um frase engraçada… para elas a palavra minimalismo não existe. O visual é mulherzinha, pin-up, com elementos retrô, e os nomes engraçados, cheios de trocadilhos, também são característicos.

Essa é a entrada do escritório da Benefit em São Francisco, com várias fotos vintage das gêmeas Jean e Jane Ford, que fundaram a marca em 1977 (na verdade esse foi o ano que foi criado o cult Benetint, a pedidos de uma stripper que queria deixar os mamilos mais rosados!!! Elas abriram uma loja onde maquiavam e vendiam produtos, a Face Place, e a Benefit como marca veio um pouco depois).

Produtos variados em uma das apresentações que vimos em SF. Além das embalagens fofas, as caixas também são demais – eu sofri para jogar as minhas fora! Se vocês clicarem na foto (todas aumentam) vão ver no fundo 4 lançamentos: o Sun Beam, irmão bronzeado do iluminador High Beam (♥), o Watt’s Up, iluminador champanhe na medida – nem demais, nem de menos – e que vem com uma espuminha para espalhar na outra ponta, a caixinha Hervana (prima do Hoola, do Georgia, do Dandelion), e o kit Cabana Glama, com vários produtinhos para ficar com cara de verão. Infos quentinhas!

Mais produtos, na loja da Chestnut Street em São Francisco. Foi lá que rolou a festinha – e a gente podia fazer vários serviços, como sobrancelha, jet bronze, os cílios que duram vários dias (lembram?)… maior diversão! A Benefit também é bem famosa por esses serviços estéticos que oferecem em suas boutiques – falando nelas, o plano é abrir lojas próprias no Brasil no ano que vem, a princípio em SP e no Rio (também vai vender fisicamente nas lojas da Sephora, as infos vocês já leram aqui!)

A fachada da loja

Informações da viagem na pastinha personalizada, bloco e espelhinho a postos para a apresentação, e caixa das delícias recheada de produtos (momento “sou-uma-sortuda-amo-meu-trabalho”)

Segundo contou Julie Bell, vice-presidente de marketing, os produtos que mais caracterizam a Benefit são os que elas chamam de “fake-its”, são disfarces pontuais pensados para questões específicas. Tipo um lápis feito especialmente para dar um up na sobrancelha, caso do High Brow, ou do kit Confessions of a Concealaholic. “Nossa maneira de categorizar produtos é diferente das outras marcas, gostamos de problemas e soluções, e de soluções instantâneas”, disse.

Para resumir sua marca, as gêmeas disseram: “o objetivo é entreter e fazer as mulheres sorrirem, a Benefit te deixa feliz, e não se leva muito a sério. Gostamos do visual girlie e bonitinho. Mas, acima de tudo, os produtos funcionam, senão não estaríamos sempre entre as marcas mais vendidas em todos os mercados que entramos”. U la la.

Com o tempo vou contando por aqui quais produtos mais adorei. Os que tenho usado muito (tirando o High Beam e o Eye Bright, que já moravam no meu coração): primers Porefessional e That Gal, rímel They’re Real, primer de olho Stay Don’t Stray, iluminador Watt’s Up e lápis High Brow. Ah, e a aguinha Ultra Radiance, que ganha mil pontos só pela embalagem (toda a linha de tratamento de rosto segue esse estilo) – ela funciona como uma água termal mais elaborada, dá uma hidratada na pele e um boost no make.

No quesito dicas de make, a melhor da viagem aprendi com Annie, filha da Jean, uma das herdeiras da Benefit (que trabalha lá, junto com sua irmã Maggie). Quando ela entrou na sala fiquei pas-sa-da com sua pele. No fim, não aguentei e perguntei o que ela estava usando… muito animada, Annie levantou e veio até mim com esse combo aí em cima, Porefessional – um primer que disfarça poros – e That Gal – um primer iluminador para dar aquele glow à pele. Colocou um pouco de cada na minha mão, misturou e falou: “compara com a outra”. Nossa, incrível a diferença! Pele lisinha, homogênea, radiante… viciei, estou usando horrores a dica de Annie.

Hoje a Benefit é controlada pela gigante LVMH (também dona da Sephora, vocês sabem) e está em 5 mil lojas em 35 países – normalmente, segundo elas, entre as três marcas mais vendidas. Estão vendo, não precisa ter uma cara séria para fazer sucesso ahaha!

Para terminar, separei alguns momentos “eu”:

Ahaha não é muito boa a do bronze fake? Que aliás adorei, porque deixou uma cor natural e não desbotou todo irregular…

E uma frase pra gente levar pra vida, dita por uma das gêmeas: “Não tenham medo, são apenas produtos” !!! Lema pra lidar com maquiagem hein?

Aaah claro, já ia esquecendo, sobre os preços. Precisa relembrar que nossas taxas de importação e burocracia são um inferno e blá blá blá? Não tem jeito… mas pelo menos pode parcelar ahahah!

Para dar uma idea: Porefessional R$ 117; rímel They’re Real R$ 78; iluminador Watt’s Up R$ 137; corretivo Boi-ing R$ 87