O banho turco

Estou há tempos para falar aqui sobre minhas experiências com o banho turco – o famoso hamam! Era uma das coisas “típicas” que mais queria conhecer quando fui para a Turquia, no fim de julho… Adorei, legal demais.

(O post está enooorme heheh, eu sabia que ia ficar, acho que por isso que demorei tanto para escrever)

istambul
E o visual de Istambul? É de tirar o fôlego!!!

O hamam é um ritual/tratamento totalmente enraizado na cultura turca há séculos, tanto para homens quanto para mulheres, e consiste basicamente de uma sauna com esfoliação e banho de espuma feitos em você por uma mulher. Mas claro que essa descrição é muito simplista, a realidade é bem mais legal! Detalhe curioso: na época dos sultões, suas mães aproveitavam o momento do hamam para escolher potenciais mulheres para eles!

Fiz dois em Istambul – pesquisa de campo -, um no Four Seasons Bosphorus, hotel onde fiquei hospedada (um sonho, por sinal, amei), e um no Çemberlitas, casa de banho master tradicional. Vou contar um pouco sobre cada um e no fim conto o que gostei mais! Mas antes, alguns momentos da viagem – sem dúvidas uma das mais legais que já fiz!

istambul vic
Com a vista absurda de Istambul ao fundo, no restaurante Mikla; duas da piscina maravilha do Four Seasons Bosphorus; portão do palácio Dolmabahçe; lanternas no Grand Bazaar; eu de lenço na Mesquita Azul (obrigatório usar!) e saindo um dia para jantar

Four Seasons Bosphorus
O spa do hotel é super lindo, e eu escolhi um tratamento chamado Private que tinha, além do hamam tradicional, uma máscara corporal + massagem (eu adoooooro massagem, como vocês sabem) – 2 horas de duração no total. O banho, como o nome sugere, é feito numa sala de hamam privativa. Ah sim: as salas de hamam são tipo uma sauna a vapor não tão quente, inteiras de mármore (até o lugar de sentar/deitar) quentinho – a minha nesse caso era menor, para 1 pessoa, mas a do Çemberlitas por exemplo, que é comunitária, é enorme!! A ideia, de qualquer forma, é ficar deitada no mármore transpirando de leve e esperando o momento da esfoliação + banho de espuma. Mas lá no Four Seasons, enquanto eu esperava a moça que ia me dar banho, fui orientada a já ficar em uma outra sauna a vapor – estava usando biquíni e o “paninho” peştemal, uma toalha típica usada no hamam para se enrolar.

Ela chegou e me levou para a tal sala private, me deu uma calcinha descartável, me deixou um pouco no mármore quentinho e começou a esfoliar – não com um esfoliante, mas com uma bucha específica para isso. Não é fraquinho não viu, você sente que está limpando até a alma! Mas não achei que chegou a ser desagradável. Depois ela começa a jogar (o verbo é jogar mesmo) espuma espuma espuma e mais espuma em cima de você – é uma espuma densa muito deliciosa e feita na hora com um sistema típico de… formação de espuma, usando um treco que é tipo um pano, água e um sabonete à base de óleo de oliva – MAIOR legal esse momento, é MUITA espuma, te cobre totalmente.

Aí você fica ali deitada imersa na montanha espumosa, ela massageia um pouco, te vira de bruços para fazer nas costas, até que… hora do enxágue: com um balde, ela joga um monte de água quentinha em você até sair toda a espuma. Os gestos não são sutis, é mesmo um arremesso da água, da espuma, mas faz parte do ritual – e da graça! Aí você senta num outro mármore quentinho, ganha mais umas “baldadas” de água, e ela também lava seu cabelo com um xampu lá que mais parece sabonete. E nada de condicionador, meu cabelo ficou duro!

Então ela te enxuga, te enrola em outros paninhos e pronto! Você está banhada, esfoliada e toda trabalhada no turbante como eu na foto abaixo! Depois disso fui para a massagem, que é normal como estamos acostumadas – mas beeem delícia, acho que passar pelo hamam antes já te deixa mega relaxada, então o aproveitamento é ainda melhor.

hamam four seasons

Eu de turbante e o hamam private do Four Seasons depois do meu banho – fotos péssimas, mas é muito escuro! Aí depois você pode ficar na grande área comum (e unissex) com piscinas variadas, bem bonito.

Çemberlitas
É uma das casas de banho mais antigas de Istambul (construído em 1584!!!), um verdadeiro ponto turístico no centro histórico da cidade. Você pode chegar a qualquer hora do dia, escolher seu tratamento na hora, pagar e entrar. Escolhi o “Traditional Style” – fica um tempo deitada no mármore quente para transpirar, vem a moça para fazer a esfoliação e o banho de espuma, depois enxágua e você pode ficar lá mais tempo se quiser.

Não precisa levar nada porque você ganha um kit banho chegando lá – com uma parte de baixo descartável, o paninho peştemal e um chinelo. Se troca no vestiário, deixa suas coisas todas no armário (celular é super proibido, bem como usar parte de cima hahah) e vai para o grande salão para começar o hamam. Esse sim é grande, ou melhor, grandioso: o teto tem formato de domo, com “furos” por onde passam feixes de luz, o pé direito é super alto e o tal mármore quentinho que fica no centro é bem grande também, onde todas as mulheres ficam deitadas, aproveitando aquele clima de sauna mais ameno e sendo banhadas. Fazer hamam é um programa super social na cultura turca, então elas ficam ali com as amigas, papeando e tals. Duas fotos da internet para dar ideia do ambiente – porque né, não pode tirar foto:

cemberlitas
Lindo o lugar né?? A foto da direita é do site do Çemberlitas, super produção com modelos hehehe.

Então você fica ali deitadinha esperando a moça que vai te dar banho – elas são todas quase temáticas também, turcas que mal falam ingês, mais senhoras, bem gordonas e só usando parte de baixo. Peculiar, mas de novo… faz parte do ritual! Na hora de dar o banho elas colocam uma parte de cima, e aí o processo é o mesmo do que contei acima: esfoliação com bucha, banho com moooontes de espuma densa, enxágua com baldes de água em um dos cantos do salão (tipo onde as modelos da foto estão), lava o cabelo e pronto. Depois você pode continuar deitada ali, ir numa piscininha ou ir embora. Tem também a opção de escolher o tratamento hamam + massagem com óleo, que acontece em outro ambiente.

IMG_2139
Plaquinha de FAQ que fica logo na chegada do hamam

Comparando os dois…

Antes de conhecer Istambul, o que ouvi de amigos que tinham feito os dois é que o hamam do Four Seasons era mais “ocidentalizado”, para ser uma experiência mais amena, e que o Çemberlitas era super tradicional e, portanto, mais “bruto”.

Bom, resumindo muuuuito é bem por aí mesmo. Minha impressão é que a experiência no Four Seasons foi mais luxo, mais spa mesmo, a coisa do serviço, do ambiente etc, o que acaba te deixando mais relaxada no fim das contas. O Çemberlitas é um programa típico, super local, mas já um tanto turístico – então deu uma leve sensação de que as moças que dão banho estão fazendo uma linha de produção, ao mesmo tempo em que a coisa é mais “se vira aí”. Maaas mesmo assim vale DEMAIS a pena, afinal é a experiência real, relaxa e o lugar é lindo!

Eu gostei muito de ter feito os dois, porque realmente achei que foram duas experiências “iguais, mas diferentes”, não senti que foi “mais do mesmo”. Mas para quem for escolher um só, minha dica é: se preferir algo para o lado do luxo/sofisticação/serviço vá no do Four Seasons (mais infos aqui), se preferir o local/histórico/tradição vá no Çemberlitas (mais infos aqui)!

Ah sim: de hamans históricos tem também o Cagaloglu e o Suleymanie, que é misto (a Dri, do Dri Everywhere, contou a experiência dela aqui)

EXTRA! Bodrum

bodrum
Momentos em Bodrum, ai que delícia!

Aproveitando o post turco, acho que vale super falar de Bodrum, a incrível praia turca, para onde fomos depois de Istambul (fizemos 6 dias na cidade e 3 na praia para relaxar total!). Nosso hotel era o ótimo e estiloso Maçakizi – como dá para ver nas fotos acima, não é praia com areia, você fica em uns colchões em um deck de madeira que acaba no mar, delícia total! E acabou de abrir um spa da Nuxe, marca francesa que adoro (e que chega em breve no Brasil, uhu!). Que tal a sala de massagem ao ar livre? Sendo na Turquia, claro que também tem um hamam… Amei!

(Gravei uma TV Beauté lá, aliás, falando sobre os produtos que tinha levado nessa viagem, aqui!)

  • Daniele

    Parece ser uma experiencia incrível esse hamam!

  • Amei esse post! Vic, como você escreve de forma divertida! Parabéns!

  • Tathi

    Adorei o post… Ótimo texto… Ótimas dicas… Linda experiência… Lindas fotos… Excelente blogueira! Hehe! Beijos, querida… Fica com Deus! S2

  • Ahhh, fui pra Turquia mas não fui pro Çemberlitas :( Eu fui pro hamam do meu hotel e foi total fail: não sabia que tinha que ter massagista (só vi os baldes de água na sala e achei que era tipo banho de cuia, hahhaa, daqueles que a gente toma quando falta luz em casa!) aí não rolou massagem nem esfoliação :((
    Fica pra próxima!

  • Drika

    Ótimas informações e dicas! Adoro esse tipo de post… pode fazer mais que eu aprovo (tudo bem eu sei que o blog é de beleza… mas vez ou outra, ficamos felizes!) Curti bastante, mesmo porque, é uma forma de “conhecermos” os lugares que não temos a oportunidade de visitar.
    Flores.

  • Jenifer

    O conteúdo do texto é ótimo, as dicas também. Mas a sua redação, coleguinha, ficou horrível. Está faltando um pouco de alma ai hein !

    • Lorena

      kkkkkkkkkkkkk Cada peça, que só rindo!

  • Achei bizarro porém muito legal! Diferente do que nós estamos acostumadas, mas acho que deve ser bem relaxante mesmo. Eu ia adorar a parte da espuma, ahahaha. Mas é muito caro, Vic? Ou dá pra ir tranquilo? Vou colocar na lista de things to do do meu futuro mochilão pela Europa! rs beijo, adorei o post, bem informativo!

    http://www.vidasemsalto.com

  • Letícia

    Vic! Acabei de voltar da Turquia! Estou em depressão vendo essas fotos! Já quero voltar! =(

  • A Turquia é super um gap no meu mapa mundi… Preciso consertar isto urgente e conhecer os hamans!
    Amei o giga post!
    Beijos, Pá.
    @papalombo
    http://fashionandotherthings.com

  • Kawana

    Vic, você achou que é um tipo de programa tem que ir??
    E os preços, são acessíveis???
    Beijos!!!!

  • Rebeca

    O post ficou otimo! Adoro quando voce da essas dicas insider de viagem e coisas a fazer nos lugares – e adorei que voce citou o blog da Dri que eu amo! Nao existe viajar sme consultar ela ne?

  • Sayuri Otoko

    Oi, desculpa, não entendi direito: as mulheres que te dão banho estão de peito de fora? E você não ficou com vontade de rir?

  • Gabriela

    já sei que meu namorado vai vetar, pq com certeza ele não vai querer um homem lavando ele, já to até vendo que vou ter que fazer o “ocidentalizado” enquanto ele dorme mesmo kkkkkkkkk

  • Lorena

    Morri de rir com vc!! Tudo o que vc tem, vc merece! Uma fofa, mesmo! A parte da calcinha descartável foi surpreendente… kkkkk e as baldadas? fico imaginando a situação… srrsrsrs

  • Tatiana

    Vic, não sei se vc viveu essa experiencia ou percebeu…sabe a toalha pestemal? Eles usam como toalha de banho lá? Vc usou? O que achou? Estou querendo comprar para usar como toalha de banho…
    bjs, adoro seu blog! venho aqui todo dia!