Compre aqui!

Simplicidade, praticidade, leveza. Produtos para a vida real.

Compre aqui!

Simplicidade, praticidade, leveza. Produtos para a vida real.

Compre aqui!

Simplicidade, praticidade, leveza. Produtos para a vida real.

Compre aqui!

Simplicidade, praticidade, leveza. Produtos para a vida real.

Um dia nos bastidores de um teatro musical: maquiagem que dá vida a personagens

14/04/22

Todo jornalista é curioso; se não é, aprende a ser. Porque é a partir da nossa curiosidade que nascem pautas incríveis. Eu sempre tive vontade de conhecer os bastidores de um teatro, principalmente, claro, os camarins onde são feitos cabelo e maquiagem. Desde criança, um dos meus passeios favoritos era ir assistir a peças com a minha família, não à toa minha irmã está estudando para ser atriz um dia. Por isso, quando recebi o convite para conhecer o backstage da mega produção da Broadway “A Família Addams” não pensei duas vezes antes de aceitar.

Cheguei ao Teatro Renault, lugar que recebe as mais renomadas produções teatrais na cidade de São Paulo, às 14h em ponto e logo me juntei ao time de atendimento da MAC, uma das marcas apoiadoras da peça. A equipe de produção nos guiou à entrada do subsolo e por lá esperamos alguns minutos.

Cabral, o responsável pelo visagismo e quem assina a beleza da produção, veio nos buscar e lá começamos a nossa jornada pelo incrível mundo dos bastidores de um teatro musical. Antes mesmo de entrar na primeira sala, era possível escutar os atores cantando e aquecendo as vozes nos inúmeros corredores. A magia começava a acontecer.

Nosso primeiro local de exploração foi a perucaria, onde conhecemos Adriana, Andrea e Amanda Almeida, as irmãs que dividem a paixão por cabelos e o trabalho de dar vida aos personagens. Elas escovam, modelam, fixam e finalizam os penteados criados por Feliciano San Roman nos cerca de 18 atores.

Em um breve papo com Amanda, eu pergunto como é o dia a dia delas e a resposta é inesperada: “Essa produção é bem tranquila. Às vezes precisam de ajuda para colocar a touquinha em cima do cabelo e também ajudamos nas trocas durante o espetáculo”. Realmente a prática leva à perfeição, já que qualquer um que teve a experiência de colocar uma peruca em si sabe o quão difícil a tarefa pode ser. Esse item é essencial quando falamos de uma produção tão importante quanto “A Família Addams”, pois os diferentes modelos ajudam não só a plateia, mas também os personagens, a se sentirem realmente dentro da história. A caracterização é um show à parte.

É nesse mesmo camarim também que o Tio Fester, irmão de Gomez Addams e que é interpretado por Bernardo Berro, ganha uma bald cap, espécie de touca de látex colocada por cima do cabelo para deixá-lo careca. Diego Durso é o profissional responsável pela transformação, começando com a pigmentação do látex por meio de um air brush, ferramenta que libera a tinta da cor da pele para deixar a transição mais natural. Com a cor da cabeça uniforme, ele parte para o rosto – na caracterização são usadas as cores branco, lavanda e roxo escuro para fazer um sombreado no contorno do rosto e ao redor dos olhos. Assim nasce mais um membro da família Addams. 

Os outros camarins são divididos entre mulheres e homens, e por lá eles fazem sua própria transformação (sob a supervisão de Cabral), conversam, aquecem a voz e se preparam para subir ao palco. Tudo num clima de muita descontração e amizade, dá para sentir que eles realmente amam o que fazem. 

Voltando à maquiagem, essa era a minha maior curiosidade: como o artista desenvolveu o conceito? Quais produtos são usados para fixar a maquiagem? O que é imprescindível em uma maquiagem teatral? Cabral respondeu todas as minhas perguntas em um camarim que estava vazio. Em 32 anos de carreira ele já fez de tudo: televisão, campanhas publicitárias, cinema, eventos e teatro – muito teatro. Mas nem sempre é ele quem decide como vai ser a beleza, por isso, ficou muito feliz ao saber que poderia dar a sua assinatura nessa produção. A harmonia entre figurino, penteado e maquiagem é seu ponto de partida, e dessa vez ele decidiu não usar o branco gesso e o preto na maquiagem para criar a sua família Addams. 

A partir dos Chromacakes da MAC (tintas usadas para maquiagem artística) nas cores azul, vermelho e branco, ele criou uma cor exclusiva, o lavanda, para dar mais leveza aos personagens, já que a peça utiliza de muito humor para contar a história que já conhecemos. 

Além das figuras principais, o elenco de apoio é composto por personagens de familiares mortos, um híbrido entre zumbi e fantasma, ancestrais que saem das catacumbas. Para eles, as cores verde e vermelho são utilizadas para simular o marrom da terra e dar um tom envelhecido. 

As diferentes perucas ajudam não só a plateia, mas também os personagens, a se sentirem realmente dentro da história.

Por fim, a família Beineke, do namorado de Wandinha, forma um núcleo totalmente diferente, com cores vibrantes e muito vivas. Muito blush, batom pink, delineador azul, roupas e cabelos de tons bem quentes. Essas três diferentes maquiagens criam uma unidade estética entre os atores. Utilizando do mesmo tom e da mesma paleta, eles nos ajudam a identificar, mesmo nas últimas fileiras, a antítese dos personagens.

Depois de conhecer um pouco do conceito, fomos conversando com os artistas e chegamos ao camarim individual da protagonista Morticia Addams, interpretada por Marisa Orth. Estava muito ansiosa para conhecê-la e ela foi muito simpática. Com meus olhos curiosos, logo fui olhando todos os itens que estavam em sua bancada enquanto ela era maquiada por Cabral. Cotonetes, pincéis, cílios postiços, paleta de sombras, base, alguns pós e batom foram os itens que identifiquei por lá. As marcas já são conhecidas por nós: MAC, Macrilan, Catherine Hill, Vult e Nivea.

A atriz nos contou que a maquiagem de palco é bem diferente de uma maquiagem de passarela ou editorial, porque o teatro possui muitos lugares, então as cores precisam ser muito fortes e tudo fixado com uma boa camada de pó translúcido, já que as luzes são quentes e os personagens dançam, cantam e atuam ao mesmo tempo – e não podem correr o risco da maquiagem derreter.

Andamos mais um pouco pelos bastidores e já havia se passado quase duas horas. Era hora do show começar. Mas antes, conseguimos conversar brevemente com Wandinha Addams, interpretada por Pâmela Rossini. Ela me confirmou algo que eu já tinha imaginado vendo todos se prepararem: a maquiagem ajuda a contar a história e a realmente entrar no personagem. Quando estão de cara lavada e sem o figurino, é um pouco abstrato entender o papel de cada um, mas com a montagem 100% feita, eles conseguem perceber o que estão vivendo de verdade.

Era hora de ir para plateia e ver o resultado final. Fiquei arrepiada do começo ao fim. É realmente mágico ver tudo acontecendo ali diante dos meus olhos. Nos bastidores, não dá para ter ideia da potência vocal ou da atuação dos atores, e eu fiquei pessoalmente surpresa com a performance da Wandinha. Se você ama maquiagem e teatro, assim como eu, não deixe de conferir. A família Addams fica em cartaz até 31 de julho no teatro Renault (ingressos aqui).

{Fotos: Carolina Merino}

Comentários

(Veja Todos os Comentarios)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Categorias:
Make , Cabelo ,
Tags: