O que rolou de mais quente no mercado da beleza em janeiro

10/02/22

. Thom Walker foi nomeado o novo Diretor Criativo de Maquiagem da Givenchy. O jovem beauty artist inglês começou sua carreira como treinador de maquiagem em Paris, colaborou com grandes marcas como Chanel e MAC e assinou desfiles e editoriais de revistas como W Magazine, Dazed and Confused e Vogue. Também já trabalhou com fotógrafos conhecidos mundialmente e celebridades como Emma Watson e Rosalía. Thom é conhecido por elaborar maquiagens super criativas e inovadoras, cheias de ousadia, cores e contrastes – vale o follow no Instagram (@thom.walker) para acompanhar e se inspirar. Em seu novo cargo, ele será responsável por supervisionar o desenvolvimento de novas linhas de maquiagem da marca, além da direção criativa das campanhas de comunicação das coleções. Seu outro papel será também o de porta-voz da categoria para a imprensa. O maquiador assume a posição deixada por Nicolas de Gennes, que esteve no cargo por 20 anos e se desligou recentemente da empresa.

. A Farfetch está se preparando para adquirir a Violet Grey. Fundado há 9 anos, esse e-commerce americano, que também tem loja física na Melrose Avenue em Los Angeles (assista ao tour aqui), se destacou no mercado por sua conexão com Hollywood e pela seleção criteriosa de produtos testados e aprovados por grandes nomes da indústria. O passo tomado pela Farfetch, marketplace de moda de luxo, é uma iniciativa para lançar sua expansão no mercado da beleza, que promete trazer uma experiência única para descobrir e comprar novas marcas do nicho. Cassandra Grey, fundadora da Violet Grey, será a Conselheira Global de Beleza da Farfetch e co-fundadora da NGG Beauty, incubadora de novas marcas, enquanto continua com a sua posição de CEO da própria empresa. Os valores da transação ainda não foram divulgados. 

. A onda do sexual wellness chegou à Sephora americana. Ligada neste movimento do mercado que só cresce, a varejista investiu em duas marcas para estrear a nova categoria de “Intimate Care”, e as escolhidas foram Dame e Maude. O novo segmento contará com velas de massagem e produtos para o banho, além de vibradores e lubrificantes. Ainda não há previsão sobre a iniciativa no Brasil.

. A Hermès também anunciou um novo Diretor Criativo de Beleza. O grego Gregoris Pyrpylis foi o escolhido para assumir a posição anteriormente ocupada por Jérôme Touron, que estava no cargo desde o surgimento da divisão de beauté da marca, em 2020. Gregoris vai responder a Agnès de Villers, presidente de Fragrância & Beleza, e trabalhará sob a supervisão de Pierre-Alexis Dumas, Diretor Artístico da Hermès. O Beauty Artist iniciou sua carreira em 2006 e teve passagens pela MAC, pela Bioderma – onde foi o primeiro maquiador à frente de uma marca de skincare – e Shiseido.

. A L’Oreal quer revolucionar o jeito de pintar os cabelos por conta própria. O grupo anunciou, no começo do ano, o lançamento de um novo aparelho chamado Colorsonic, desenvolvido para misturar e aplicar a tintura perfeitamente, sem sujar todo o banheiro. Quem já tingiu os próprios fios em casa sabe o quão difícil é distribuir a cor de forma uniforme, e o novo aparelho promete acabar com esse problema. Junto com o gadget, a marca traz cartuchos para serem usados exclusivamente no Colorsonic. Um outro lançamento anunciado é destinado aos salões de beleza: Coloright, uma máquina que funciona como uma ferramenta de medição e distribuidor de cores, quase como aquelas máquinas de refrigerante de restaurantes. O aparelho é conectado ao aplicativo Modiface AR que permite, junto ao sistema da Coloright, escolher uma cor entre 1.500 tons. Revolucionário, não? A previsão é que as duas novidades sejam lançadas em grande escala a partir de 2023.

Colorsonic da L’Oreal

{Fotos reprodução Instagram @givenchybeauty/ @thom.walker, @dameproducts, @getmaude e divulgação L’Oréal}

Comentários

(Veja Todos os Comentarios)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Categorias:
Tags: