O que rolou de mais quente no mercado da beleza em dezembro

14/01/22

. As aquisições seguem com tudo no mundo beleza, e agora foi a vez da L’Oréal comprar a marca de skincare californiana Youth to the People. A empresa, que foi fundada em 2015 por dois primos, foi inspirada por uma linha de skincare que utilizava extrato de plantas em suas fórmulas, lançada 40 anos antes pela avó dos empresários. Anos mais tarde, a Youth to the People continuou o legado familiar e ficou conhecida pela sua alta performance aliada a ingredientes naturais como couve e chá verde. Presente nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e alguns países da Europa, a marca esperava fechar 2021 com mais de US$ 50 milhões em vendas. Ainda não foram divulgados mais detalhes sobre a transação.

Youth To The People

. O futuro da beleza é sustentável, e a nova marca do Grupo Natura, lançada no fim do ano, reforça isso: Natura Biōme é totalmente focada nos cosméticos em barra, alinhados com o compromisso do grupo de criar produtos que impactem positivamente o planeta. 100% amiga do meio ambiente e resultado de mais de 6 anos de pesquisa, Biōme chegou ao mercado com shampoo de uso diário, shampoo de hidratação, condicionador, sabonete cremoso e sabonete esfoliante, todos com fórmula vegana, sendo o ingrediente estrela o óleo de dendê produzido no sistema agroflorestal SAF Dendê (modelo desenvolvido pela Natura para produção sustentável dessa matéria prima) e usando zero plástico na embalagem. Até o acessório de suporte disponível possui uma tecnologia inédita, desenvolvida com a startup californiana Mango Materials, que captura gás metano e o transforma em bioresina. Podemos esperar mais de 20 produtos no portfólio, que serão comercializados pelo site da marca – por enquanto, o lançamento está disponível apenas na loja conceito da Natura na Rua Oscar Freire, em São Paulo.

. A Sephora americana anunciou as 10 marcas que farão parte de seu programa de aceleração em 2022. O projeto, que surgiu em 2017, oferece um currículo que vai desde suporte de merchandising, financiamento, desenvolvimento de produtos até conexão com investidores, funcionando como uma verdadeira incubadora durante 5 meses. A ideia é incentivar pequenas marcas de beleza que terão oportunidade de se lançar na Sephora – em 2019, tivemos duas brasileiras, CARE Natural Beauty e ORNA, selecionadas pelo programa, e recentemente a ORNA levou seus produtos de cuidados com a pele para os Estados Unidos. No ano passado, o projeto foi reformulado para atender empreendedoras não brancas, como parte de uma iniciativa que visa promover a igualdade racial no varejo. Confira a lista dos escolhidos de 2022: Miss Rizos, Mango People, Basma Beauty, Fara Homidi, House of Foster, Lion Pose, Kempt, Shaz & Kiks, Sistina e Wonder Curl.

. A La Roche-Posay, em parceria com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, promoveu mais de 650 atendimentos gratuitos e cirurgias dermatológicas em um projeto social realizado no povoado de Araras, em Goiás. A comunidade possui a maior incidência de xeroderma pigmentoso no mundo, uma doença rara e sem cura, que aumenta em mil vezes a probabilidade de desenvolvimento do câncer da pele. A iniciativa faz parte do projeto Tour de Combate ao Câncer da Pele, que existe há mais de 10 anos, e desde 2015 presta atendimentos em Araras.

. A L’Oréal Paris entrou para o mundo do NFT, onde consumidores podem comprar artigos não tangíveis, como estratégia para o lançamento da nova coleção de batons da marca, a ‘Reds of Worth’ by Colour Riche. A coleção de NFT consistiu em 5 diferentes artes digitais criadas por artistas mulheres, cada uma inspirada por um tom de vermelho, e que foram leiloadas no meio de dezembro. A campanha é uma forma de apoiar a presença de mulheres no universo do NFT, além de apoiá-las financeiramente. As artistas ficaram com 100% das vendas primárias, e 50% das vendas secundárias durante o período de um ano serão destinadas para a instituição filantrópica “Women of Worth”.

. Imagine um aplicativo de resenhas de produtos de beleza em vídeo que já vem com os links para comprá-los e várias vantagens – essa é a ideia do Flip, lançado recentemente nos Estados Unidos. Um app para quem ama beleza, ele pretende ser uma nova rede social para produzir conteúdo, interagir, ganhar descontos e comprar. A ideia é criar uma comunidade com fóruns de discussão sobre os produtos a partir de vídeos de pessoas reais, com links direcionados para quem se interessar em adquirir o produto – e quanto mais interação, mais vantagens. Marcas que a gente adora como Laneige, Hourglass, Youth To The People, Tower 28 e Nécessaire já se juntaram à experiência. Será que o Flip faria sucesso aqui no Brasil?

{Fotos: reprodução Instagram @youthtothepeople, @basmabeautyofficial, @mangopeoplecosmetics, @thehofofficial, @lionposeco, @shazandkiks, @wondercurl, @thesistines, @missrizossalonrd e divulgação L’Oréal Paris e Natura}

Comentários

(Veja Todos os Comentarios)

One reply on “O que rolou de mais quente no mercado da beleza em dezembro”

Essa resenha é ótima, parabéns DdB!
Ansiosa para conhecer o Flip!! Já pensaram em uma versão brasileira incluindo dermatologistas?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Categorias:
Tags: