Desmistificando a menopausa com Oya Care

15/12/21

Chegamos ao fim da nossa série de vídeos em parceria com a Oya Care, clínica virtual de saúde feminina, e o tema de hoje é menopausa. Conversei com a Dra. Juliana Sperandio sobre esse processo que acontece com todas as mulheres – com a mulher brasileira em média aos 50 anos – e que por incrível que pareça ainda é rodeado de tabus e mitos.

Antigamente, a menopausa era associada a mulheres velhas e frágeis. Mas hoje em dia, com a expectativa e a qualidade de vida maiores, as mulheres nessa fase são super ativas, funcionais, no auge de suas carreiras, começando projetos e dispostas a aproveitar o melhor dos anos que têm pela frente. Por isso, é importante se cuidar para que os sintomas da menopausa tenham um menor impacto no dia a dia e você possa viver melhor, com mais qualidade, e por mais tempo. 

Cientificamente falando, o que é a menopausa? É a parada da menstruação por mais de um ano. Mas antes mesmo disso acontecer, a mulher passa por um período chamado climatério, que são os efeitos da chegada da menopausa. O ciclo menstrual ainda não foi encerrado de vez, mas a produção de hormônios nos ovários já está caindo, e por isto as mulheres podem apresentar sintomas específicos desta fase. 

É nesse momento, com a queda dos níveis de estrogênio, que os sintomas começam a aparecer: perda de turgor na pele, cabelo mais poroso, queda na libido e na lubrificação vaginal, ganho de gordura, perda de massa óssea, aumento do colesterol ruim, irritabilidade, alterações no sono, sintomas depressivos, dentre outros.

A menopausa é a parada da menstruação por mais de ano, mas antes disso acontecer a mulher passa pelo climatério.

O potencial de fertilidade também cai, por isso é importante falar sobre planejamento reprodutivo. É possível fazer a preservação de fertilidade antes de chegar na fase em que a produção do número de óvulos cai drasticamente, aumentando a possibilidade de gestar em idades mais avançadas, quando desejado. 

A busca pela sua melhor versão, essa que vai proporcionar menos impacto ao entrar nessa fase da vida – que é inevitável -, deve começar desde cedo. Eis algumas dicas que você pode adotar já para buscar uma experiência positiva quando chegar na menopausa: 

  • Sempre tenha um acompanhamento ginecológico adequado – só esse médico vai conseguir dar o diagnóstico de menopausa precoce (que acontece antes dos 40 anos) e detectar doenças específicas que podem maximizar os sintomas.
  • Equilibre o seu estilo de vida – faça exercício físico, yoga e práticas de mindfulness, e não esqueça de cuidar da alimentação.
  • Cuide do seu sono – dormir mal pode acelerar o processo de envelhecimento.

E se a menopausa já chegou por aí? Não precisa sofrer. Faça o acompanhamento com sua ginecologista, realize os exames específicos e entenda se precisa de tratamento hormonal para minimizar o impacto. Exercícios físicos com musculação e caminhadas mais intensas, além de ajudarem a não perder tanta massa magra, regulam o centro térmico cerebral, controlando os “calores” típicos dessa fase. Terapias psicológicas e alternativas e atividades lúdicas como dança ou circo também trazem benefícios.

No vídeo, falamos mais a fundo sobre o assunto e também sobre menopausa precoce. Uma das formas de entender mais sobre a sua vida fértil, principalmente o estágio em que você se encontra em relação a esse reloginho biológico interno, é através da Descoberta da Fertilidade, oferecida pela Oya Care. 

Por meio de um exame rápido (realizado direto na sua casa!), é possível fazer uma avaliação preventiva de fertilidade que oferece dados importantes como o tamanho da sua reserva ovariana, se vale a pena ou não congelar óvulos e se você pode entrar na menopausa mais cedo do que a média.

Cada corpo é único, e a melhor forma de se empoderar sobre o que acontece dentro do seu é através da informação. Saiba mais no site.

Comentários

(Veja Todos os Comentarios)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Categorias:
Tags: