Lições de empreendedorismo com Camila Coutinho e sua GE Beauty

08/04/21

Sempre falei para a Camila Coutinho que ela é minha musa empreendedora do nosso universo blogueira-influencer. Somos amigas há muito tempo e ela sempre foi pioneira, encarando desde cedo como negócio o que começou (inclusive para mim) como um hobby apaixonado — lá se vão 14 anos —, e inspirando toda uma geração. Inclusive, história engraçada, quando ela já era super do business e eu ainda era bem resistente em trazer parcerias para o DDB, meu marido marcou um jantar com ela para fazer uma espécie de intervenção e pedir para ela me convencer de que era legal sim transformar esse hobby em trabalho remunerado. Agora, dona da sua própria marca de beleza, a GE Beauty, ela reafirma seu talento como empresária e mostra mais uma vez que seu segredo do sucesso é não ter medo de arriscar.

Eu e ela sempre trocamos confidências, refletimos juntas sobre as nossas escolhas, e damos pitaco na vida uma da outra. Mas é claro que fiz questão de chamá-la para estrelar o segundo post do DDBusiness, seção onde abordamos o mercado da beleza com um viés de negócios, e compartilhar com vocês algumas reflexões sobre esses seis primeiros meses como CEO de sua marca de cuidados com o cabelo. (O primeiro papo foi com Bruna Tavares sobre seu império da maquiagem, já clique aqui e separe para ler depois.)

Para quem não se lembra, nós fomos os primeiros a contar sobre esse lançamento, aqui. Mas vamos relembrar: a ideia de criar o GE Beauty veio para Cami após uma marca lançar um shampoo chamado Garota Estúpida, se apropriando sem autorização da força do nome do blog. Rapidamente, ela conseguiu tirar tudo de circulação por meios legais e também não demorou muito para perceber que aquele era um nicho interessante a ser explorado. “Em vez de ficar chateada, fui por outro caminho. Percebi que estava na hora de sair dos licenciamentos e royalties e investir em uma coisa minha”, conta ela, que optou por ser sua própria investidora.

“O mais difícil foi tomar essa decisão. Vou colocar meu dinheiro suado aqui, então tem que dar certo. Veio junto uma responsabilidade. Mas como sou tão movida pela paixão – e isso, com responsabilidade, é que faz as coisas darem certo –, acaba dissolvendo um pouco o peso da responsabilidade direta.” Assim, ela conseguiu driblar a ansiedade e ter clareza de que não queria outra pessoa interferindo nos negócios. Já a segunda dificuldade foi embarcar em uma área em que não tinha muita experiência de gestão. Apesar de contar com profissionais escolhidos a dedo para a equipe do GE Beauty, é Cami que orquestra tudo – e ela faz questão de acompanhar cada fase.

Para poder focar nessa nova empreitada, ela já havia planejado viajar menos em 2020. A pandemia acabou oficializando isso de uma forma inesperada, impedindo também os encontros com a equipe envolvida no projeto. Então esse segundo desafio ganhou um temperinho a mais: a gestão à distância, com cada um realizando seu trabalho na sua casa. “Isso atrapalha para criar aquela coisa do laço que eu tenho com as pessoas da minha equipe que eu já convivo há anos. É bem mais difícil”, desabafa.

No entanto, nada disso atrapalhou o sucesso da marca. Camila conseguiu dar conta de tudo acreditando na sua capacidade de se inovar. “É sempre essa paixão e essa coragem maior que o medo de tentar algo novo que caracterizam a cabeça do empreendedor”, avalia. “Meu tesão é por fazer coisas novas, diferentes… Enfim, deixar a minha marca ali naquele mercado. Em segundo, só depois, vem o dinheiro. Se não for um projeto que eu me sinto assim, nem saio de casa.”

Mesmo assim, volta e meia batia a síndrome do impostor. Pensamentos como “será que está indo realmente bem?” e “mas aquela outra pessoa está indo em outra velocidade…” a deixavam bastante ansiosa, porém ela conseguiu segurar a onda focando nos seus objetivos. Segundo Camila, se comparar ao outro não faz o menor sentido, porque cada um tem uma estratégia e o tempo de maturação das coisas vai depender do seu planejamento e de onde você quer chegar. Quem quer vender produto precisa ir para uma direção, quem quer vender a empresa precisa ir em outra, quem quer construir marca, em outra, e por aí vai. São muitas variáveis para se levar em consideração e conhecer bem o seu negócio e seus objetivos a longo prazo deixa todo o processo mais tranquilo.

E Camila não apenas investiu em uma linha de produtos para cabelos, como foi além e decidiu oferecer uma nova forma de cuidar dos fios. O GE Beauty não trabalha com soluções formatadas a fim de atender um padrão de beleza pré-estabelecido. Quem decide qual tratamento o cabelo precisa receber é a própria cliente – e essa decisão pode variar a cada lavagem. O conceito fundamental que rege a marca é a customização.

Para isso, a equipe e o time de desenvolvedores criaram um shampoo, um condicionador e um leave-in que performam bem em fios lisos, ondulados, cacheados e crespos. O cliente então decide como quer potencializar a ação dos produtos com quatro opções de boosters: hidratante, antioxidante, fortificante e de definição. Uma escova de cabelo e um kit com mixer e espátula completam a lista de artigos que levam o logo do GE Beauty. O slogan “No seu tempo, do seu jeito” é um lembrete para que cada pessoa adapte como bem entender esses itens à sua rotina.

Por ser uma proposta totalmente inovadora no mercado brasileiro, Camila teve a preocupação de educar os consumidores antes de vender seus produtos em marketplaces e lojas multimarcas. Por enquanto, a linha só pode ser comprada no e-commerce próprio e na loja conceito localizada em Recife, terra natal da empresária. “A gente está trazendo nossos próprios conceitos para o mercado, valorizando a beleza natural, criando rituais. Então estamos muito satisfeitos com onde chegamos em termos de venda e, principalmente, de conceito de marca e reconhecimento do mercado”, comemora.

Já a loja física era pra ser apenas uma pop-up, mas deu tão certo que decidiu torná-la fixa. “Todo mundo falava, você vai fazer uma loja só com oito produtos? Sim, vou. Porque é uma loja que você consegue entender o conceito da marca e isso foi uma experiência incrível”, compartilha. Foram tantos aprendizados que Camila sente que se passaram muito mais de seis meses desde que essa aventura começou. O momento agora é de analisar para onde expandir. E fiquem atentos: vem produtos novos em breve! Aliás, tem ainda mais revelações no vídeo acima, dê o play para assistir à conversa completa.

{Fotos: Divulgação GE Beauty e Instagram @camilacoutinho, @gebeauty e @vicceridono}

Comentários

(Veja Todos os Comentarios)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias:
Tags: