Mecha frontal descolorida: modinha dos anos 1990 está de volta entre as mais moderninhas

Quem lembra de usar o cabelo com uma só mecha descolorida, bem aparecida e marcante, lá nos anos 90? Provavelmente quem lembra jurou que jamais faria de novo, mas, assim como na vida, no mundo da beleza as tendências são cíclicas e referências estéticas que foram legais e depois viraram duvidosas costumam ressurgir depois de um tempo – é o caso da mecha.

Quando pensamos em luzes e mechas, do começo dos anos 2000 para cá, a busca tem sido principalmente por fios iluminados da forma mais natural possível, com cara de efeito do sol ou “nasci assim”. Mas neste momento em que a extravagância tem feito um comeback na maquiagem e na moda, um estilo mais ousado de luzes também voltou: as mechas frontais descoloridas contrastando com o resto do cabelo.

Sucesso puxado pelas popstars nos anos 90 (como esquecer do icônico cabelo da Ginger Spice?), a tendência tem conquistado novamente quem curte um visual mais fora do convencional. O legal é que de lá para cá os produtos desse segmento super evoluíram e agora é mais fácil não só descolorir os fios, como chegar em um tom mais platinado. Outro diferencial é que esse estilo de mecha não se restringe mais apenas à seção da frente do cabelo / da franja, tem também quem faça nas laterais na altura da orelha ou de um lado só, por exemplo.

O divertido é que é uma mudança com cara de radical, já que causa certo impacto, mas muito fácil de ser revertida. Cansou? Basta passar tonalizante ou tinta da mesma cor do resto dos fios e pronto. Se você é do time das que gostam de variar o visual constantemente, também é fácil brincar de mudar a posição das mechas quando se cansar. Como é só em uma parte pequena do cabelo, danifica menos e fica mais fácil de reverter em casa mesmo – e, falando nisso, também é bem fácil de fazer em casa por conta própria.

A Clara Novais, editora do DDB, fez a experiência durante a quarentena e compartilha como fazer (tem vídeo aqui ensinando): “Primeiro você mistura pó descolorante azul (aquele de farmácia mesmo) com oxidante 30 volumes em um pode plástico. Depois, usando um pincel de tintura de cabelo, espalha a mistura pelas mechas escolhidas – fica mais fácil se usar um pedaço de papel alumínio como suporte. Espalhe bem garantindo que a mecha toda fique em contato com o produto. Feche o papel alumínio ao redor da mecha e deixe reagir por 30 minutos. Abra o papel alumínio e veja se chegou no tom desejado. Se não, passe mais mistura e deixe por mais uns 10 minutos. Lave na sequência e pronto! Se quiser um tom mais branco, passe uma máscara ou shampoo matizador.”

Para quem ficou com vontade, separamos algumas inspirações belíssimas na galeria abaixo e também preparamos esse board aqui com ainda mais referências no Pinterest.

{Fotos: reprodução Instagram @bruhuli, @sublinhando/ @larissapugaciov, @cabulotica, @tristanopeluqueria/ @lgomesdanihair, @hairbysroth, @claranovais, @lorendownx, @jundoeshair, @claracampara, @br5nda, @luizatardin, @naylinevieira, @hlbutton, @roxy.ro.ro e @shes.alex.andra}