Postei no Dia de Beauté minhas belezas favoritas do Grammy e do Bafta, os dois prêmios que rolaram nesse domingo, e aqui vai meu top 5 das mais bem vestidas da noite!

Ella Purnell – achei uma graça o vestido Miu Miu da Ella, delicado, feminino, jovial… Sem contar que amo esse tom de azul!

Emma Stone – usando look ousado vestido + calça da Chanel. Essa combinação apareceu de monte nos desfiles recentes da marca e eu estava curiosa para ver ele no tapete vermelho! Emma como sempre musa.

Isabelle Huppert – a chiquérrima elegantérrima atriz francês usou um vestido Chloé que virou meu sonho de consumo!

Caitriona Balfe – a atriz usou um dos vestidos Valentino que eu mais amei dessa coleção, que tive a chance de conferir de pertinho em Paris no resee do desfile em outubro passado. Amo a silhueta e o decote mais fechado e o mix de renda com veludo plissado e de cores.

Felicity Jones – mais uma aparição de qualidade para as criações de amaria Grazia Chiuri na Dior. Pretinho básico com emoção, busto estilo corset e saia vaporosa de tule + alcinha Christian Dior que é a versão deluxe dos tops estilo sutiã de ginástica do desfile.

{Fotos: Getty Images}

Já que vocês gostaram do formato vlog mostrando um pouco da minha rotina (que não tem rotina, mas tá valendo!) em Londres, resolvi aproveitar que meus pais estavam por lá para gravar algumas das coisas que fizemos!

Além de programas legais e restaurantes, também teve o momento “mudando meu espaço de make” – vou mostrar tudo com detalhes depois em outro vídeo, ainda preciso terminar de arrumar os produtos… Mas achei que valia incluir já que me aproveitei da presença da minha mãe, arquiteta e ótima para remodelar lares, para fazer essa mudança – que acabou impactando toda a minha casa, e não só o quarto das maquiagens! Então fica aqui meu muito obrigada a dupla @arch_org, aka Suzana (mamãe) e Ale Lima, também arquiteta e ninja da organização, por toda a ajuda!

Lugares e programas:
Tate Modern
Greenwich – parque, planetário, volta de barco pelo rio
Museum of London
Jantar no Shoreditch House
Ikea
Almoço no Poule au Pot
Café da manhã no Ivy Chelsea Garden
Passeio pela Kings Road / Saatchi Gallery
Space NK
Restaurante Polpo
Countryside – Cotswolds
Daylesford – tem vídeo pra TV Vogue aqui
Soho Farmhouse

PS. Meu pai que fez a playlist Receber em Casa para o Além da Beauté – sigam ele no Spotify: @litoceridono

Ah, Londres, minha cidade favorita no mundo, e onde tenho a sorte de morar há quase 4 anos… Nesse tempo pude registrar alguns dos belos cenários que Londres oferece, bem como alguns cantinhos mais escondidos, charmosos ou especiais.

Nesse post vocês vão encontrar algumas dessas fotos e, espero, poderão fazer uma espécie de “viagem virtual” para essa cidade fantástica. Para quem quiser ver mais, lá no Pinterest do Dia de Beauté tem um board com várias outras!

Tem mil e um posts que quero fazer sobre Londres – qual assunto vocês querem ver primeiro? Deixem nos comentários!

Feliz demais em estrear essa seção no Além da Beauté: entrevistas com mulheres que são pura inspiração de estilo e que tem muito a ensinar. A ideia de fazer essas entrevistas surgiu quase que para satisfazer minha própria curiosidade, já que sempre tive vontade de saber mais sobre como essas mulheres que admiro fazem compras, montam looks, detalhes inusitados de seus guarda-roupas e por aí vai. Mais que uma peça específica ou a loja favorita, a ideia é extrair filosofias (até de vida, por que não?) e dicas que podem inspirar, nos fazer enxergar as coisas com outros olhos, ajudar a lapidar nosso próprio estilo e nosso relacionamento com roupas, acessórios e afins.

E a primeira entrevistada não poderia ser mais incrível: Barbara Migliori, diretora de moda da Vogue, uma das maiores referências no assunto no Brasil, e que tenho a sorte imensa de ter não só como colega, mas também como grande amiga. A Ba é minha musa absoluta de estilo, e eu sabia que ela tinha muito a compartilhar e ensinar. Já li a entrevista 3 vezes e não canso de amar as respostas dela! Sei que vocês vão gostar tanto quanto eu. Ba, obrigada por ser a primeira entrevistada do Além da Beauté <3

o estilo de Barbara Migliori

Peça mais antiga que tem no closet?
Difícil dizer, gosto de renovar o acervo com frequência, ver roupa saindo e entrando o tempo todo, então não tenho nada muito vintage… Mas acho que o item mais antigo é uma bolsa-carteiro Louis Vuitton que foi o modelo da vez há 15 anos, quando ganhei de presente de aniversário de 18 dos meus pais. Não uso mais a bolsa mas vou guardá-la para sempre por causa da memória afetiva.

Roupa/acessório que sai sozinho do armário de tanto que usou nos últimos tempos?
Qualquer um dos meus seis pares de sapatilhas bicolores Chanel. Elegi esse como meu modelo de sapato favorito, o mais confortável e versátil que existe, que combina com tudo e não entra e nem sai de moda – sempre tenho à mão um par da cor perfeita para a roupa que escolhi usar naquele dia. As seis cores são: bege e preta; bege e dourada; marrom e preta; azul e cinza; coral e dourada; cinza e khaki (aqui).

o estilo de Barbara Migliori

Uma das sapatilhas Chanel em ação

Como você faz compras? 
De uns tempos pra cá decidi não entrar mais na Zara e comprar menos e melhor, o que significa que logo no início da temporada penso em alguns looks-chave para investir e repetir ao longo dos meses seguintes.
Gosto muito de entrar numa loja de verdade, mas confesso que ultimamente tenho queimado etapas logísticas e comprado através de e-commerces mesmo – prefiro os que oferecem mais opção de cores e modelos, funciono melhor sendo a minha própria curadora.
Quando viajo priorizo comprar bons acessórios, bolsas e sapatos que vão durar mais de uma estação, e deixo para apoiar os designers brasileiros na hora de escolher a base do look, que é a roupa em si.

Como você monta seus looks?
Normalmente, quando estou experimentando alguma roupa, vou fazendo um exercício de resgatar na memória as coisas que já tenho no armário, e quanto mais variações mentais puder fazer mais me entusiasmo com uma determinada peça. Tudo o que compro precisa combinar com o que já tenho, senão não sou eu, precisa parecer que aquele item já faz parte da minha vida há tempos.

o estilo de Barbara Migliori

Vintage, novo ou um mix?
Novo. Gosto da sensação de que a história de uma peça começa comigo… E meu amor pela moda tem muito a ver com o fato de que ela (a moda) conta a história do aqui e do agora, por isso roupa de outras épocas não me atrai.

Como é seu closet dos sonhos?
Sonho com um closet de uma porta só com apenas dez cabides pendurados, bem espalhados uns dos outros sabe? Tenho tara por síntese, não gosto de perder tempo escolhendo roupa, queria vestir uniforme todo dia e ter pouquíssimas coisas, mas só o melhor que houver disponível, claro…. Rs

o estilo de Barbara Migliori

A penteadeira da Ba é tão inspiradora (e editada!) quanto ela

Algum item que está na lista de desejos atualmente?
Uma jaqueta biker perfeita de couro preto. Já tive várias mais ou menos, mas agora quero uma que seja eterna.

Melhor cidade para fazer compras e quais suas lojas preferidas lá?
Paris. Não só tem tudo o que há de melhor, mas as pessoas lá entendem moda de um jeito “avançado”, ou seja, você aprende a apreciar coisas que nunca tinha imaginado que existiam.
Acho que o Le Bon Marché tem as grifes imbatíveis ao mesmo tempo que aposta em ótimas neomarcas.

o estilo de Barbara Migliori

Ba & eu em uma das várias edições do Paris Fashion Week que já passamos juntas, depois de um almoço com Yasmine Sterea, Helena Bordon e Nathalie Rumpf 

Quem são seus ícones de estilo? E de quem você gostaria de roubar o guarda-roupas?
Meu ícone de estilo é a Costanza, a musa da edição do look. Ela sabe como ninguém incorporar peças-statement do momento ao seu visual-base de sempre, não embarca em qualquer modinha, compra com inteligência e tem uma elegância natural que vale mais que qualquer roupa.
A Emmanuelle Alt também é assim – adoro ir para as semanas de moda e conferir qual peça da estação ela incorporou ao seu look de todo dia. Gosto mais de ver a única escolha dela que de assistir ao show da mudança de look de hora em hora da Dello Russo, por exemplo…. E atualmente a nova diretora de moda da Vogue francesa, a Suzanne Koller, também virou minha musa do visual “discreta com profundidade”.

Tem algum acessório que você não tira de jeito nenhum?
Duas correntes de ouro. Uma com um pingente da Nossa Senhora das Graças e outra com um coração com a minha inicial que ganhei do meu namorado. São coisas significativas pra mim, então não importa se combinam com o look ou não.

Qual seu truque de styling se tem 10 minutos para se arrumar para uma festa?
Ligo o secador, esquento o cabelo já seco e prendo ele num coque alto que só desmancho na porta da festa. Garante umas ondas “uau” na hora da entrada, pelo menos… Sobre a roupa, acho que um bom salto fino, uma clutch durinha e um brincão te transportam para o clima festa no ato!

Como é seu look off-duty?
Um pijama-chique da A.Niemeyer (aqui). Adoro a proposta dessa marca, que produz roupas de caimento soltinho feitas de tecidos de qualidade, só que com o conforto de um pijama. Aliás, se vestir assim também para trabalhar etc é o novo chique!

Qual foi sua última compra?
Biquínis lisos de lycra bem molinha da Vix, para levar para o réveillon em Noronha (aqui)!

Qual acessório e qual peça de roupa você mais está usando nessa estação?
A sapatilha com faixa de tecido que sobe pelo tornozelo da Miu Miu. Chamo ela de Edward Mãos de Tesoura porque, ao mesmo tempo que imita uma sapatilha de balé, tem duas fivelas que parecem tiradas da roupa de couro da personagem do Tim Burton (aqui).

o estilo de Barbara Migliori

Você é minha guru fashion/de estilo e tenho a sorte de poder fazer consultas pessoais com você sempre que preciso. Qual ensinamento fashion você tem para compartilhar com quem não tem essa mesma sorte? 
Ah, brigada amiga, e você é minha guru absoluta da beleza!! Acho que os temas variam e o mantra é sempre o mesmo: compre coisas que reforcem quem você é, que ajudem a contar a sua história, que estejam de acordo com o discurso que você prega…
Descubra a silhueta, a cor, o tecido, o comprimento, a década, o estilo, o salto, a maquiagem, o penteado que te caem bem e foque neles! Pouquíssima gente fica bem com tudo, então elegância passa muito por consistência e autoconhecimento.

{Fotos: Acervo pessoal, Garance Doré (Costanza) e Pinterest}

Amando ter o Além da Beauté para complementar a cobertura de red carpets, que sempre fiz no Dia de Beauté com os cabelos e makes dos prêmios e eventos! Agora posso comentar os looks aqui também heheh. Essas foram minhas 5 favoritas do SAG Awards, que rolou ontem em Los Angeles – e aqui no DDB tem post com vários makes e cabelos para a pastinha de inspirações.

Natalie Portman com um dos vestidos que mais amei da alta costura do Valentino que rolou semana passada (post aqui). Um look bem realeza, obcequei na manga e no shape mais amplo – também amei o brinco. Aliás, nessa temporada de prêmios Natalie está rendendo muitas inspirações para grávidas que têm festas para ir!

Yara Shahidi estava linda e super original com esse vestido de listras bem coloridas e bordadas Naeem Khan, amei! E com toda a informação do vestido, o cabelo minimal ficou perfeito

Kirsten Dunst usou um Dior Couture bem feminino e delicado, com a silhueta de corset e alça bordada Christian Dior que marcaram as primeiras criações de Maria Grazia Chiuri, que assumiu em setembro a direção criativa da grife. O colar power completou a produção

Claire Foy, que faz a rainha Elizabeth em The Crown, foi super na vibe “jardim inglês” com o Valentino de florzinhas delicadas – adoro o contraponto do tecido transparente preto com a combinação rosa embaixo, e essa golinha é muito amor

Michelle Williams escolheu um Louis Vuitton que é o equilíbrio perfeito entre minimalismo, no shape reto e bem simples, e maximalismo, já que é todo de paetês entre prata e dourado. O detalhe no pescoço é mega charmoso e o cabelo curtinho combina super com o look

Talvez eu esteja um pouco monotemática com a alta costura, mas não resisti a fazer esse post quando me deparei com essa foto do backstage do Giambatista Valli… Como não lembrar de Carrie Bradshaw no último episódio de Sex and the City?

Esse momento “chateada com meu vestido Versace de mil camadas” é um dos mais icônicos do seriado, e como boa fã incondicional, fiquei morrendo de saudades. Vontade de ver ele inteiro de novo!

{Foto: Vogue US e Pinterest}

Terminou a semana de Haute Couture em Paris e, já que sonhar não custa nada, resolvi usar a imaginação e brincar de: “Se eu só me vestisse de alta costura, como seria meu guarda roupas na próxima temporada?” – ou, melhor dizendo, próxima saison.

Confiram minhas escolhas e os eventos imaginários (foco em imaginários) onde eu usaria essas roupas que são, literalmente, um sonho.

{Fotos: Vogue US}

 

 

O jardim secreto encantado que serviu de cenário para o desfile de alta costura da Dior era tão, tão lindo que seria um desperdício se durasse só por um breve desfile… Ainda bem que, em vez de desmontar logo depois de terminado o show, a Maison aproveitou o ambiente e deu uma bela festa na mesma noite! Montado no Musée Rodin, onde tradicionalmente acontecem os desfiles da Dior a cada temporada, o lugar parecia uma floresta mágica super verdinha, cheia de plantas, treliças, luzinhas, bancos de ferro com almofadas de veludo verde e uma árvore gigante com penduricalhos no centro.

Na entrada, projeções na fachada do museu e homens de perna de pau e máscaras, entre outras atrações, já davam o tom de contos de fadas que esperava pelos convidados lá dentro. Ambiente perfeito para usar os vestidos etéreos, com camadas de tule plissado, transparências e detalhes de flores e borboletas, desfilados mais cedo na haute couture da Dior – será que já veremos algum deles no Oscar, dia 26?

Fotos para inspirar na galeria abaixo e, aqui no Dia de Beauté, a beleza igualmente mágica do desfile.

Na minha coluna Além da Beauté na Glamour de janeiro falei sobre 6 lugares que, além de serem ótimos destinos para uma viagem imperdível, têm também aquele quê especial de ser muuuito instagramável!

São eles:

Berlim – mais especificamente o muro. Berlim é uma cidade totalmente fascinante para quem gosta de história (eu amo), e ver o muro é uma experiência única por tudo o que ele representa – mas além disso tem uma parte dele que virou uma galeria a céu aberto, a East Side Gallery, cheia de grafites muito legais. Impossível não fazer uma foto. Tem post com dicas de Berlim saindo do forno já já!

Lisboa – sempre que vou a Lisboa fico mais ou menos assim: vejo uma parede toda de azulejos – pego o celular na bolsa – faço uma (ou várias) foto – guardo o celular – repete – e repete de novo… E chego a ter que me controlar, porque essas paredes são realmente uma coisa de charmosas!

Noronha – claaaro que Noronha estaria na lista né? Chegar na Praia do Sancho, que já foi eleita a mais linda do mundo, por cima e se deparar com aquela vista dos Dois Irmãos é algo assim… Inesquecível.

Capri – um dos meus lugares favoritos no mundo, para não dizer O favorito, essa ilha italiana tem muuuitos cenários instagramáveis, mas elegi para a coluna a vista do Il Riccio, restaurante delicioso e que ainda conta com esse visual que é realmente um sonho. #saudades!

Grand Canyon – uma das experiências mais memoráveis que já tive na vida foi o passeio de helicóptero que sai de Las Vegas e vai até o Grand Canyon. São uns 40 minutos no céu até lá com uma vista de tirar o fôlego, e nem sei descrever a sensação de pousar e descer no próprio Canyon. Obra prima da natureza e, para quem é tipo eu, leigo fascinado por geologia, um momento único! Para quem não viu, o passeio apareceu no #CamieVicTakeVegas aqui.

Piscina do Copa – linda, ensolarada, chique, a piscina do Belmond Copacabana Palace é um ícone do Rio. Amo essa coisa clássica e tradicional e a sensação de estar ali… Difícil evitar a foto!

{Fotos do meu Instagram @vicceridono}

. . .

Reuni aqui as fotos que postei no Instagram ao longo dos dias (maravilhosos ai que saudades!) que passei em Noronha para o Réveillon – fiz uma mala com looks bem tranquilos, porque lá tem essa vibe super pé no chão e relax, mas com acessórios interessantes ou peças com detalhes charmosos, que é para dar uma graça né? Também costumo pensar em uma cartela de cores quando faço mala, e para Noronha ficou uma coisa azul / laranja. Claro que não é uma necessidade montar a mala seguindo uma cartela de cores, mas eu adoro esse exercício! Alguns comentários sobre os looks:

. Biquíni lindo da OH K! (da querida designer hipertalentosa e responsável pelo visual do DDB e do Além da Beauté Karen Hofstetter) em parceria com a Chapéu Beachwear – adoro esse modelo de top bem fechado, e aproveito para esclarecer para quem perguntou no Instagram sobre como faço com a marquinha… Normalmente deixo para usar esse modelo de top nos primeiros dias, já que começo beeem devagar o processo de bronzeamento, então nem fico com marca! Combinei com saída da Arsty Brasil no OQVestir, óculos By Helena Bordon (verdinho como o DDB <3) também no OQVestir e chapéu que ganhei no torneio de polo da Piaget, no verão passado em Londres.

. Panneau muso da Vanda Jacintho – to bem de adjetivos para minhas próprias roupas né heheh #empolgada. Mas realmente admiro demais o trabalho da Vanda e o panneau (lenço de seda bem grandão), além de lindo, pode ser amarrado de mil e um jeitos, seguindo o passo a passo dos livretinhos fofos que vem junto. Prometo mostrar em vídeo qualquer hora dessas como transformei o meu nessa saída-vestido! O chapéu ganhei do Pico, restaurante / loja de Noronha que tem várias coisas legais!

. Momento batas com a Cami Coutinho – a minha comprei em Marrakech naquela viagem com a Clinique (mostrei tudo aqui no vlog!). Adoro usar batas como saída de praia, tenho algumas que comprei nas minhas duas idas ao Marrocos.

. Vestido de listras com babado da Maria Filó, super charmoso, que usei com sandália de crochê Spezatto para a Feijoada do Kadu – esse comprimento é ótimo para ficar mais arrumadinha, mas ainda casual, e adorei o decote do vestido.

. Look para uma das festas à noite com shorts jeans (que roubei da Cami e estou pensando em não devolver, não contem para ela) e blusa de seda azul e rosa Cris Barros no OQVestir – gosto muito desse contraponto do shorts curto com a blusa mais solta e “fechada”. E colar Cine 732 – sou louca por esse colar! Uso muuito e sempre recebo elogios, ele realmente dá todo um toque especial na produção.

. Biquíni de cerejas da Jo de Mer, uma das minhas marcas favoritas de beachwear, e óculos Illesteva no OQVestir. Também estava com um colar de concha que amo usar na praia, da Marina Vicintin, e pulseirinhas coloridas que comprei em Ibiza.

. E para terminar, o look do réveillon! Que eu, para encerrar o ano sem ser uma blogueira concentrada, acabei não lembrando de fazer foto de corpo inteiro. Era um vestido lindo e esvoaçante da Lilly Sarti, tem foto dele inteiro aqui para quem quiser ver, é o do meio – mas usei sem cinto, só amarrei com o cordão dele mesmo.

 

{Fotos do Instagram @vicceridono}

. . .